Follow by Email

quarta-feira, 20 de maio de 2015

Prótese de silicone - 1 mês

Meninas, to devendo esse post à voces ja tem um tempinho... a principio queria postar a respeito da cirurgia toda semana, mas to com tudo tão corrido por aqui que ficou complicado me organizar. Vamos direto para o post de 1 mês pós cirurgia, com foto do resultado, e da cicatriz ja sem os pontos (tirei ontem).

Como ja havia falado, a recuperação pra mim foi muuuuito tranquila... em 5 dias ja estava levantando o Bento (por pouco tempo) e dirigindo normalmente. Tomei banho sozinha desde o início, apenas sem levantar os braços acima dos ombros e consegui ter vida praticamente normal. Quando a cirurgia de prótese é feita junto com uma mamoplastia, sei que a recuperação é bem mais chatinha, mas no meu caso nao tinha nada a ser feito além de aumentar o tamanho, então foi moleza.

Deixo novamente o nome do Dr. Valter Hugo que me operou, da Clinica Bioplastica, e super indico o trabalho dele... mega atencioso, paciente, profissional, enfim, o médico certo para esse tipo se coisa.

Ontem tirei os pontos finalmente e pude me livrar de uma vez por todas do sutiã cirurgico que estava usando ha 1 mês! Não aguentava mais porque ne privava de usar regatinha, vestido... afinal ele era imenso né. E após 3 semanas eu confesso que ja movimentava os braços normalmente, mesmo sem querer, porque esquecia que tinha feito qualquer cirurgia e quando percebia ja estava com os braços pra cima. O que tenho evitado até hoje é fazer força com os braços levantados (ex: guardar coisas pesadas no alto, levantar o Bento pra fazer aviãozinho, etc), mas só isso também, de resto ta tudo como antes ja.

E nem preciso falar que estou no céu com o resultado, ne? Sempre fico uns 10 min me olhando no espelho todos os dias antes do banho hahaha.

Espero que curtam o post , e qualquer duvida é só comentar aqui ou no instagram que eu respondo depois!

Beijocas, meninas!

sexta-feira, 24 de abril de 2015

Prótese de silicone - 1 semana

Meninas, como eu havia prometido, aqui esta o post contando sobre essa primeira semana após colocar a prótese.  Tive alta sábado de manhã cedo e ja estava me sentindo muito bem... não tive dor, apenas sentia como se tivesse malhado por 6h consecutivas, fiquei apenas dolorida. Sabado foi assim... repouso, sem muito esforço, mas ja troquei fralda do Bento, vigiei ele no banho, ia ao banheiro e comia sozinha normalmente.

A partir daí, tudo só foi melhorando... aos poucos fui conseguindo trocar o Bento sem nenhum desconforto, domingo fomos ao clube brincar e embora eu não estivesse o pegando no colo, consegui participar do dia dele, brincar, sentar no chão... só não levantava os braços. Hoje fui na consulta de 1 semana e meu médico disse que está tudo perfeito, que minha recuperação esta excelente, e que eu posso voltar a dirigir. Obvio que não vou pegar estrada nem abusar do esforço, mas não sinto mais nada praticamente. Preciso dormir de barriga para cima ainda, mas sempre acordo de madrugada deitada de lado porque me viro sem querer... e o médico disse que não tenho como controlar isso, que se eu não estou sentindo dor, ok!

Operei com o Dr. Valter Hugo, da clinica Bioplastica, e só tenho elogios à ele... super profissional e atencioso.

Eu amei o resultado de tudo, estou apaixonada pelos novos peitos mesmo estando bem inchada ainda. Como eu ja disse para algumas seguidoras, foi uma injeção de auto estima!  Bento mal sentiu o que aconteceu... estava com medo de que ele sentisse a minha falta, mas fiquei bem menos debilitada do que imaginei, então foi tudo mais facil por aqui. Dou muita força para as mamães que queiram fazer alguma melhoria... acho que depois da maternidade ficamos sempre em segundo plano, o que é normal ate, mas em determinados momentos precisamos lembrar um pouco do nosso lado mulher, nos enxergar com outros olhos novamente, e foi exatamente isso que eu decidi fazer por mim, e valeu muito a pena! Isso reflete em todos a minha volta... até no Bento.

sexta-feira, 10 de abril de 2015

Colocando prótese de silicone...

                       

                          Prótese de silicone pós filhos

Olá queridas, eu estava super ansiosa para vir contar tudo detalhadamente aqui pra vocês, mas antes queria ter tudo já resolvido para poder falar tudo de uma vez!

Antes de engravidar, eu usava sutiã tam. 42 e ele ficava consideravelmente cheio, nunca usei roupas muito decotadas, mas adorava essa parte do meu corpo. Quando engravidei quase não notei diferença no tamanho, mas então o Bento nasceu e em 3 dias eu cheguei a ir pro sutiã 46! Como já contei no Instagram, tive muito leite, Bento sempre mamou em livre demanda e até os 14 meses. Os meus problemas começaram quando ele finalmente desmamou... senti que o leite estava secando e, com isso, meu peito foi diminuindo, diminuindo, diminuindo... até que não tinha mais nada, rs. Por indicação de amigas e conhecidas procurei o cirurgião plástico que irá me operar dia 17 de abril, e expliquei toda a situação, ele me examinou e disse que me operar seria bem tranquilo, porque como eu nunca havia tido pouco peito, não haveria dificuldade para conseguir colocar a prótese por baixo da pele, e como também não tive nenhuma estria, mesmo com o aumento drástico em pouco tempo, é muito pouco provável que eu as desenvolva após a cirurgia também. Outro ponto a meu favor é o fato de que mesmo tendo diminuído bastante, meus seios continuaram no mesmo lugar, não cederam, então o médico não precisará fazer nenhum trabalho para "levanta - los" o que agiliza a cirurgia. 

Vou compartilhar com vocês alguns detalhes da minha operação:



A minha incisão será intramamária. As mais comuns são a areolar e a intramamária, e escolhemos a segunda porque não corre risco de influenciar na amamentação de um futuro filho, e também não diminui a sensibilidade dos seios. A incisão será de aproximadamente 4 cm, e pelas fotos que vi no consultório, o próprio seio esconde o pouco que aparece da cicatriz.

Optamos também por colocar a prótese por cima do músculo. Normalmente se coloca por baixo quando a pessoa tinha seios muito pequenos e pouco espaço na pele para acomodar o silicone, assim fica mais natural e sem o efeito "bola". Como esse não é o meu caso, e todas as minhas amigas e conhecidas que fizeram essa operação colocaram por cima do músculo e ficou super bonito e natural, eu optei por colocar por cima também... sem contar que a recuperação é bem menos dolorida e demorada.







O modelo da minha prótese é o perfil super - alto. Como eu tenho o tronco estreito, meu médico indicou esse modelo alegando que não posso usar uma prótese muito larga, mas sim uma com maior projeção frontal. 

Optei por colocar 300 ml porque não quero nada exagerado, mas ao mesmo tempo quero um tamanho que apareça. O médico me ajudou a escolher o tamanho com base na minha altura, peso e minhas medidas: tenho 1,67 de altura e 50kg.

Farei a cirurgia dia 17, como já comentei, por volta das 20 horas, com anestesia local + sedação (anestesia padrão para esse procedimento). As sextas feiras quem busca o Bento na escola é o pai, então ja será mais tranquilo pra mim. Se eu fosse operar de manhã poderia ir pra casa no mesmo dia, mas como farei tudo á noite, dormirei no hospital e sairei sábado de manhã quando o papai e Bento forem me buscar! Como a semana seguinte á cirurgia tem 2 feriados (terça e quinta), será mais fácil para que eu fique em casa e descanse. Segunda e terça terei o papai me ajudando, quarta ja devo voltar a rotina normal na rua, e deixarei o Bento com a minha mãe terça á noite para que ela o leve para a escola no dia seguinte porque não poderei pegar peso, nem levantar os braços acima da linha do ombro por no mínimo 20 dias. Confesso que sim, estou preocupada com o Bento nesse tempo... sei que ainda estarei com ele o dia todo, dormirei por perto, darei sua comidinha, etc, mas sei que ele irá sentir falta do meu colinho... o que me tranquiliza é que acredito que esse tempo irá passar mais rápido do que imaginamos, as vezes eu estou sofrendo á toa por antecipação...bem, vamos esperar pra ver.


Depois da cirurgia eu pensei em fazer uns vídeos pra vocês mostrando a minha recuperação e contando um pouco da rotina do pós operatório com um bebê em casa... queria saber se vocês tem interesse nesse tipo de post! postem aqui e la no Instagram se vocês quiserem!

Outra coisa que eu farei depois, é postar o nome, numero e endereço da clínica do meu médico, junto com o valor total pago na cirurgia para as mamães que tiverem interesse, ou as que apenas querem ter uma noção do investimento.

Meninas, espero que tenham curtido a novidade! manterei vocês informadas de tudo, e vou mostrando as novidades! 

beijos e até o próximo post! 







quinta-feira, 26 de março de 2015

Bento e o terror noturno


Terror Noturno



   

Meninas, estava querendo fazer esse post pra vocês há uns dias já, mas queria ter tempo para escrever com calma, e com a correria acabava adiando. Vamos la!

Algumas crianças, á partir dos 09 meses de idade, apresentam um distúrbio de sono conhecido como "terror noturno". Já havia falado sobre isso por alto no Instagram, mas foi só agora que estou passando por isso com o Bento que entendi o quanto pode nos enlouquecer.

Durante uma crise de terror noturno, a criança pode chorar, gritar, gemer, sentar na cama e se debater. Mesmo que ela esteja de olhos abertos, não sabe que você está ali e não se acalma. A crise pode durar alguns minutos, ou ate mais de meia hora, e depois que passa, a criança volta a dormir. No dia seguinte, não irá se lembrar de nada. O terror noturno é diferente de um pesadelo, pois no caso dos sonhos, a criança se lembra o motivo de estar assustada, já no terror noturno ela volta a dormir e não se lembrará de nada ao acordar.

Nos momentos em que o episódio ocorre, nosso primeiro instinto é abraçar, conversar, tentar acorda - los e faze - los entender que estamos ali e que está tudo bem, porem esse comportamento pode prolongar o ocorrido. O melhor a fazer é ficar por perto para garantir que não se machuquem, e esperar que passe.

Com o tempo, os bebês vão aprendendo a "ligar" as fases do sono, e com isso chega ao fim essas noites de tormenta na vida de qualquer mãe. Por hora estamos assim por aqui... aguardando. Há uns 15 dias que o Bento acorda em pânico por volta da 00:00 e depois por volta de 3h da manhã, senta na cama e chora sem motivo aparente por uns 10 minutos. Até começar a pesquisar sobre o terror noturno eu tentava acalma - lo de todos os modos possíveis, mas nada adiantava. Essa semana surtei de madrugada e comecei a chorar junto com ele, e foi então que resolvi que leria mais sobre o assunto e entenderia de vez sobre o que se tratava. Confesso que estou mais tranquila e preparada depois que me informei... é complicado lidar com isso no meio da madrugada, onde 10 minutos parecem 10 horas, mas não tem o que ser feito, é mais ou menos como as cólicas dos recém nascidos, quando o único remédio é aguardar que o intestino deles amadureça.

Vamos seguindo nesse ritmo de madrugadas agitadas por aqui... e vamos dando notícias.


Informações retiradas do site BabyCenter.










quarta-feira, 11 de março de 2015

Sai berço, entra caminha.

Quando chegamos da maternidade, logo na primeira noite, coloquei o Bento na cama junto comigo. Ele mamava de hora em hora, e nós dois sentíamos necessidade de ficar junto, sentindo ainda o calor da nossa união, mesmo que fosse em corpos diferentes agora. Seguimos assim até 1 ano, com algumas poucas tentativas frustradas de coloca-lo no berço, mas confesso que foram frustradas por culpa minha. Sempre voltava atrás por carência, saudade de nossas noites, praticidade, etc. Foi com 1 ano e 2 meses, com o desmame dele, que finalmente a independência noturna chegou por aqui. Bento sempre foi um bebê independente em todos as outras áreas, mas para dormir ainda ficava grudado no peito (farei outro post sobre o desmame). Com os novos hábitos, o berço finalmente começou a ser usado... mas com 1 ano e 2 meses de atraso. Não me arrependo da cama compartilhada, meu unico arrependimento foi ter comprado um berço, e não uma cama king size, rs. Tudo ia muito bem na nova rotina do sono, mas comecei a perceber que ele não estava curtindo ir para o berço e não ter autonomia para subir e descer, acordava estressado, ia dormir triste... então aos 16 meses de idade do Bento decidi que estava na hora de desmontar o bendito e dar lugar a caminha. Foi a melhor decisão que tomamos! Desde a primeira noite ele dormiu bem, e sempre pede pra ir deitar (nem sempre pra ir dormir, rs). Comprei essa mantinha do mickey toda em microfibra porque ele ama esse material, fica se esfregando no cobertor igual a um filhote e depois dorme, é muito fofo! E isso só ajudou mais a transformar a hora de dormir em um momento prazeroso pra ele. Ja estamos assim há 1 semana, e parece que sim, aposentamos de vez o berço e não tem mais nenem nessa casa, rs. Nas primeiras noites juntei a caminha à nossa cama, para que ele se acostumasse com ela, e agora ja dorme separado numa boa. À noite coloco proteção para que ele não caia, e forro o chão também, mas ainda não tivemos acidentes. Acho que o mais importante na hora de fazer essa mudança em casa é observar a própria criança e suas necessidades. Tem os que se sentem habituados e seguros com o berço, e tem os que anseiam por liberdade e independencia, e então acabam se adaptando super rápido à caminha. Boa sorte pra vocês 😘

segunda-feira, 23 de fevereiro de 2015

Introdução alimentar e receitas de comidinhas

Meninas, ja temos no Instagram o #pratodobento com varias comidinhas que fiz pra ele desde o inicio da introdução alimentar, mas resolvi juntar algumas aqui e falar um pouquinho sobre como foi esse processo de apresentação das frutas e papinhas com o Bento.



Aos 5 meses e meio Bento passava a manhã na casa da minha mãe, e eu desde seus 4 meses tirava leite com a bombinha para que ele continuasse no aleitamento materno exclusivo, porém a quantidade que eu conseguia tirar era em media de uns 300ml, e isso passou a não ser mais o suficiente para ele. Tentamos o leite artificial mas ele recusava e chorava de fome ate a hora de eu chegar, passei a ficar mega nervosa por deixa-lo sozinho e com fome de manhã, então em uma das consultas com a pediatra dele expliquei a situação e juntas decidimos iniciar as frutas. Comecei com banana, depois mamão, maçã, pera... e a aceitação dele foi tão boa, mas tão boa que em 4 ou 5 dias ele passou a berrar sempre que nos via comendo algo. Sempre tive muito leite, ele não chorava por fome quando estava comigo, chorava por querer comida mesmo, e então após 5 dias de frutas eu iniciei as papinhas salgadas. Desde o primeiro dia eu apenas amassei a comida (amassava MUITO, ate quase cair a mão), para que ele se acostumasse com a textura e com os movimentos de mastigação. Temperava todas as comidinhas com alho, cebola, salsinha, cebolinha... enfim, todo tipo de temperinho natural afinal, papinha de nenem não precisa ser sem gosto, muito pelo contrário, nessa fase em que eles estão ''pegando gosto pela coisa'' precisamos caprichar e deixa-los sentir bem o gosto de tudo o que faz bem! Aos poucos fui aumentando o tamanho de tudo, e assim ele foi aprendendo a mastigar até chegar na consistencia da comida de todos da casa, isso por volta de uns 11 ou 12 meses!

Vou deixar aqui algumas idéias de comidinhas, e colocarei das mais recentes até as primeiras que fiz, quando ele ainda tinha 5 ou 6 meses, assim da para atender á um maior número de mamães!

Abaixo temos batata, cenoura, e abobrinha cozidas, brócolis e rúcula refogados no azeite extra virgem, alho e cebola, arroz cozido junto com beterraba, feijão azuki e bifinho de filet mignon feito com um fio de azeite.

 Esse é um dos pratos preferidos do Bento! Macarrão a bolonhesa com brócoli, cenoura e abobrinha. Super rapido e gostoso!

Abaixo temos cenoura, chuchu e batata cozidos, repolho, repolho roxo, brocolis e espinafre refogados no azeite extra virgem, alho e cebola, arroz, feijão carioquinhae peito de frango (que coloquei depois da foto porque ainda não estava pronto).


Abaixo temos chuchu, cenoura , abobrinha, abóbora, couve flor, arroz, feijão azuki, espinafre, tomate sem pele e sem semente e peito de frango desfiado. Tudo temperado com salsinha, alho, cebola e azeite extra virgem.


Abaixo temos abóbora, ervilha inteira, espinafre, batata doce. cenoura, carne, arroz e chuchu.


Abaixo temos Lentilha, arroz, batata baroa, abobrinha, espinafre, cenoura e carne. Temperado com alho e salsinha.


Abaixo temos batata baroa (ou mandioquinha), abobora, brocolis, arroz branco, frango e caldo de feijão vermelho.


Abaixo temos batata doce, abobrinha, frango e macarrão integral. Foi a refeição de um dia em que ele estava dodói e mais enjoadinho para comer.


Abaixo temos berinjela, arroz negro, cenoura, batata, musculo e brócolis. Tudo temperado com alho e salsinha.


Abaixo temos feijão branco, batata baroa, cenoura, espinafre, musculo e macarão integral. Temperado com alho, cebola e salsinha



Abaixo temos batata inglesa e baroa, cenoura e lentilha. Temperado com alho e salsa. Essa comidinha foi uma das primeiras que dei ao Bento, e ele amooou!


Abaixo temos batata inglesa e baroa, cenoura, abobrinha e brócolis. Foi uma das primeiras tambem, e após ficar pronta amassei tudinho para ficar na textura da comidinha acima.


Abaixo temos batata baroa, lentilha, agrio, macarrão e frango.


Abaixo temos feijão branco, batata baroa, cenoura e musculo. Uma das primeiras que ele comeu tambem!




Bom, acho que dá para ter uma ideia de algumas combinações e ajudar a sair da rotina com a papinha dos pequenos. Para quem quiser ver todas as comidinhas, sobremesas, lanches, etc, e só ir na hashtag #pratodobento que tem bastante coisa por lá também.

Beijocas, meninas!

domingo, 22 de fevereiro de 2015

O começo de tudo

Bom meninas, desde dezembro de 2013 mais ou menos que eu tenho o IG @dicasdemae_ para dividir as aventuras do Bento, e as minhas dúvidas, maluquices e descobertas sobre a maternidade, e já tem um tempo que algumas mamães me pedem um Blog para conseguir fazer posts mais longos, matérias mais completas, etc. Eu relutei um pouco por conta da falta de tempo... de fato não sei com qual frequência irei conseguir postar aqui, mas esse contato com tantas mamães me fez tão bem, e me ajudou tanto nesses ultimos meses, que decidi dar uma chance ao blog, uma chance à nós. Espero que esse espaço sirva para ajudar, receber ajuda, e compartilhar um pouquinho de nós com todas vocês! Bem vindas :)